Escola de Enfermagem de Braga - Das Suas Origens À Integração na Universidade do Minho

"O volume de 180 páginas constitui "uma forma de homenagem a todos [mentores, professores, amigos, enfermeiros, alunos] que, pela sua disponibilidade, interesse e empenho, tornaram possível ou ajudaram a posicionar esta Escola de Enfermagem entre as melhores", lê-se no prefácio de Alda Pacheco e Murta, diretora da Escola de Enfermagem de Braga entre 1983 e 2000.

A obra reproduz praticamente um século de existência da instituição, identificando os factos marcantes, os contextos e os atores, numa perspetiva cronológica e multifacetada. Merece realce o papel da Santa Casa da Misericórdia no ensino e preparação de profissionais, com a criação da Escola de Enfermagem do Hospital de São Marcos em 1911, a qual se manteve sob sua égide até 1977, data em que foi oficializada pelo Decreto-Lei n.º 483/77. A partir daí seguiu a evolução no ensino desta área em Portugal, culminando com a integração na UMinho, a 25 de fevereiro de 2005.

As autoras salientam ainda a dedicação de Teotónio dos Santos, diretor e docente da Escola de 1948 a 1975. O livro recorda inclusive os uniformes, os símbolos e as insígnias da Escola e da Enfermagem, bem como os diferentes Diplomas, a Associação de Estudantes e até e o número de estudantes admitidos e diplomados em cada ano letivo. Evoca-se ainda Florence Nightingale, mãe da enfermagem moderna, e os primórdios deste ramo de ensino em Portugal.
 
Para a pesquisa documental, as autoras recorreram aos arquivos da Biblioteca Pública de Braga, da Escola Superior de Enfermagem, da Misericórdia de Braga e, em paralelo, realizaram entrevistas, análises de registos escritos, reflexões publicadas (artigos, comunicações, discursos, conferências) e obras de investigadores ligados ao estudo da Enfermagem."
in http://www.uminho.pt/noticias-press/em-agenda?codigo=6784

PVP €15.00

Livraria 100ª Página | Casa Rolão Av. Central, 118/120 4710-229 Braga | Tel: 253 267 647 | Fax: 253 267 648